O programa Jovem Guarda, o Iê-Iê-Iê e as calças Calhambeque tinham ficado no passado. O amadurecimento já era percebido desde o último trabalho “O Inimitável”, ele continuava com essa essa evolução e nesse trabalho ele passava pelo soul e a valsa, esse álbum mostra a diversidade musical que ele estava vivendo.

roberto_carlos_dodge

Um disco que ao mesmo tempo que empolga com canções maravilhosas e eternizadas no seu RC00repertório (“As Curvas da estrada de Santos”, “Não vou ficar”, “Sua Estupidez”, “As Flores do Jardim da Nossa Casa” e “O Diamante Cor-de-Rosa”) há canções que destoam da qualidade apresentada até aquele momento (“Oh! Meu Imenso Amor” e “Do Outro Lado da Cidade”).

Também como relevante ao disco, a presença da canção que fez o nome de Tim Maia ser reconhecido (“Não vou ficar”), episódio este mostrado no filme “Tim Maia”. Mesmo já distante do rock, algumas músicas ainda havia uma pitada de Jovem Guarda (“Não adianta” e “Nada Tenho a Perder”). As faixas “As Curvas da Estrada de Santos” e “Sua Estupidez” viraram músicas indispensáveis em qualquer de Roberto e que também mostra o quanto foi importante para a música brasileira a parceiria de Roberto e Erasmo.

FAIXAS
1 – “As Flores do Jardim da Nossa Casa” (Roberto Carlos/Erasmo Carlos)
2 – “Aceito Seu Coração” (Puruca)
3 – “Nada Vai Me Convencer” (Paulo Cézar Barros)
4 – “Do Outro Lado da Cidade” (Helena dos Santos)
5 – “Quero Ter Você Perto de Mim” (Nenéo)
6 – “O Diamante Cor-de-Rosa” (Roberto Carlos/Erasmo Carlos)
7 – “Não Vou Ficar” (Tim Maia)
8 – “As Curvas da Estrada de Santos” (Roberto Carlos/Erasmo Carlos)
9 – “Sua Estupidez” (Roberto Carlos/Erasmo Carlos)
10 – “Oh! Meu Imenso Amor” (Roberto Carlos/Erasmo Carlos)
11 – “Não Adianta” (Edson Ribeiro)
12 – “Nada Tenho a Perder” (Getúlio Cortes)