Final da década de 80, momento de grande cenário para o rock nacional e o ápice das bandas da hard rock no mundo e aqui no Brasil eis que o cantor Odair José lançava mais um de seus álbuns de sucesso.

O álbum homônimo lançado em 1987, marcou a volta de Odair às paradas de sucesso e às atividades musicais, na qual tinha ficado longe por quase uma década.

Odair José (1987), traz grandes canções como “Mussiden (Mub i Denn)”, “Canção dos Namorados”, ”E você Chora”, “Habeas Corpus”, “Será que Vale a Pena” e “Bandida”, com as mesmas características dos estilos musicais que lhe deu fama na década de 70.

Um disco com muitas bases de violão com belos arranjos em acompanhamento com teclados.
A faixa “Canção dos Namorados” é praticamente uma declaração de amor. Canção que começa com introdução caipira (violões bem sertanejos), mas ao caminhar da música ela se torna uma bela seresta.

“Habeas Corpus” talvez seja a música do disco, mais tocada nas rádios da década de 80. Ela possui uma linha melódica bastante diferente das outras composições de Odair, o baixo desta vez se faz mais presente do que em todos os outros instrumentos e o violão se torna acompanhamento ao invés de base.

Um disco sensacional! Vale a Pena conferir!

Faixas:

1 – Mussiden (Mub i Denn)
2 – Saudade Breijeira
3 – Canção dos Namorados
4 – E Você Chora
5 – Quem Vai Se Meter na Sua Vida
6 – Vamos Fazer as Pazes
7 – O Vírus
8 – Bandida
9 – Habeas-Corpus
10 – Está Tudo à Vista
11 – Pise no Acelerador
12 – Contem Pra Ela