Uma das canções mais lembradas da era de ouro do rock ‘n’ roll, “Blue Suede Shoes” (Sapatos de Camurça Azul) já foi regravada inúmeras vezes: Elvis Presley, Raul Seixas, Buddy Holly, Motorhead, Eddie Cochran, Bill Haley and His Comets entre outros.

Esses sapatos de camurça azuis eram algo importantíssimo, era o charme do rebelde. Porque não importa o que aconteça, na letra diz que pode queimar a casa, mas não pode pisar nesses sapatos de camurça azuis. A história original diz que Carl Perkins tinha uma noiva, mas ela o deixou para ficar com esse cara que tinha esses sapatos de camurça azuis.

Mas a canção fez sucesso estrondoso na voz de Elvis. O curioso que a canção foi parar em Elvis depois de um acontecimento: Perkins estava indo de carro a um programa de TV, e sofreu um acidente, que acabou deixando em um hospital durante muito tempo, para não perder o embalo, a gravadora Sun repassa a canção à Elvis.

 

“Bem, você pode me derrubar, pisar no meu rosto
Caluniar meu nome em toda a região
Fazer qualquer coisa que queira, mas, uh, uh
Querida, fique longe dos meus sapatos
Não pise nos meus sapatos de camurça azul
Você pode fazer qualquer coisa, mas fique longe
Dos meus sapatos de camurça azul”