Se não for o mais, é com certeza um dos álbuns mais raros da música mundial. Originalmente, Dylan tinha 17 músicas para o lançamento de “The Freewheelin’ Bob Dylan”, mas apenas 13 foram lançadas (logo depois, as 4 faixas excluídas foram relançadas), as faixas não selecionadas foram apenas passadas à imprensa, tornando essas cópias valiosas.

Bob Dylan e Suze Rotolo

A capa do disco tem Bob Dylan e Suze Rotolo andando em um dia frio e neve, pela Jones Street em Nova York, próximo à esquina da 4th Street, onde os dois tinham um apartamento alugado. Pode perceber que os dois estavam muito próximos naquele momento. Pode parecer bobagem falar de uma namorada de Bob Dylan, mas Suze foi a responsável direta para que Dylan fosse para o lado político, lado que deixou ele famoso por toda sua carreira.

Com seu violão Gibson, Dylan escreve todas as letras do álbum. E a abertura fica com um ‘HINO’ de uma geração, “Blowin’ The Wind” (Soprando Ao Vento) mexeu com uma nação. Os americanos lembram com saudades o despertar da população com os horrores que uma guerra poderia causar. Um detalhe: a canção foi interpretada primeiramente por Peter, Paul e Mary.

“Algum tempo atrás um sonho estranho me veio
Sonhei que estava caminhando
Na direção da Terceira Guerra Mundial
Eu fui ao doutor no dia seguinte
Para ver quais palavras ele poderia me dar
Ele disse que era um sonho ruim
No entanto eu não deveria me preocupar tanto a respeito
Eram meus próprios sonhos
E estavam somente na minha cabeça”

Letra Talkin’ World War III Blue

Outras canções levam a esse debate: “Masters Of War”(Mestres da Guerra) que critica a indústria armamentista, que tirava a liberdade das pessoas, algo que ele fazia questão de falar: “Não protesto pelo protesto, luto pela liberdade das pessoas”. “A Hard Rain’s A-Gonna Fall” (Uma forte chuva que vai cair), tem a melodia clássica do folk, e a letra fala do poder do não diálogo, foi bem no momento em que Cuba recebia mísseis. Perguntava-se o porquê daquilo, essa era a saída? “Talkin’ World War III Blues” (Falando da 3ª Guerra Mundial Blues) foi levada ao estúdio incompleta, mas para finalizar, Dylan improvisa na gaita e relata brevemente o medo da Guerra Fria. “Oxford Town” leva mais para o lado dos direitos civis, principalmente dos negros.

“Down The Highway” (Descendo a Estrada) já foge desse lado até agora escrito. Canção que mostra o problema da solidão que Dylan estava vivendo, Suze foi viver na Europa. Foi uma das últimas faixas escritas. Também há uma adaptação, uma canção tradicional americana “Corrina, Corrina”.

“Você que nunca fez nada, a não ser construir e destruir
Você brinca com meu mundo, como se fosse seu pequeno brinquedo
Você coloca uma arma em minha mão, e se esconde da minha vista
E se vira e corre longe quando as rajadas de balas voam
Como o velho Judas, você mente e engana
Uma guerra mundial pode ser vencida e você quer que eu acredite”

Letra Masters Of War

A única coisa que Dylan não achou boa foi a mixagem, mas mesmo assim ele acha que foi muito importante, porque traz o verdadeiro Dylan, mostra o que ele poderia alcançar.

 

FAIXAS

01 – Blowin’ In The Wind

02 – Girl From The North Country

03 – Masters of War

04 – Down The Highway

05 – Bob Dylan’s Blues

06 – A Hard Rain’s A-Gonna Fall

07 – Don’t Think Twice, It’s All Right

08 – Bob Dylan’s Deram

09 – Oxford Town

10 – Talkin’ World War III Blues

11 – Corrina, Corrina

12 – Honey, Just Allow Me One More Change

13 – I Shall Be Free

 

Faixas Relançadas em 1994

14 – Talkin’ John Birch Blues

15 – Gamblin’ Willie’s Dead Man’s Hand

16 – Rocks and Gravel

17 – Let Me Die in My Footsteps