Escrito por Mick Jagger e Keith Richards, “Sympathy For The Devil”(‘ Empatia Pelo Diabo’) é um clássico do rock mundial. Faixa inicial do álbum “Beggars Banquet”. O ponto de vista do diabo nessa canção é o que leva a narrativa de uma pessoa, narcisista, a devagar pelos seus atos durante toda a história de sua existência.

mick_jagger_by_hoaxdelacroix-d4v605bA letra foi Jagger, que se inspirou em um romance do russo Mikhail Bulgakov’s intitulado The Master and Margarita (“O Mestre e a Margarita”). Já a melodia foi de Richards, que teve a idéia da percussão. Esse tom mas satanista seguiu por muito tempo nos Rolling Stones, principalmente por essa canção (não é que os trabalhos anteriores sejam diferentes), mas “Sympathy For The Devil”elevou essa questão ao um outro patamar. As vozes são das pessoas que estavam na gravação naquele momento: Marianne Faithfull, Anita Pallenberg, Brian Jones, Charlie Watts, produtor Jimmy Miller, Wyman e Richards (“woos, woos”). Há um documentário de mesmo nome da canção, que retrata a presença dos Rolling Stones e a produção do álbum.

Um episódio interessante aconteceu em um dos shows do “Festival Altamont Music Festival – 1969”, um jovem negro, de nome Meredith Hunter foi assassinado no meio da platéia, muitos acreditavam que a morte ocorreu quando essa canção estava sendo executada, que dias mais tarde foi desmentida, mas já era tarde (O jovem negro morreu assassinado por um integrante do grupo ‘Hells Angels’, que era um clube de motoqueiros que faziam a segurança do show dos Rolling Stones), eles alegaram que ele queria assassinar Jagger.

Jagger muitas vezes insinuou que a canção fez muito sucesso, porque as pessoas se identificaram com ela, mas nunca assumindo isso, porque o bem e o mal vivem em uma linha tênue, que qualquer passo dado você pode estar indo ao outro lado. Logo depois foi produzido um documentário que levava o mesmo nome dessa canção.

“Por favor, permita apresentar-me
Eu sou um homem de riquezas e bom gosto
Eu estou por aí a um longo, longo tempo
Roubei muitas almas e fé dos homens”

7387352_orig