As cortinas se abrem, entram três jovens com suas roupas ‘estranhas’, e um jovem promissor que já tinha seu nome na boca do povo, Gilberto Gil entra e canta “Domingo no Parque” no III Festival da Música Popular da TV Record, a plateia confusa com a história breve de dois jovens (José e o João) que relata de uma maneira mais poética (inúmeras metáforas) um assassinato.

Mesmo assim a canção foi um sucesso, ficou em 2° lugar (em 1° ficou “Ponteio” de Edu Lobo). Lançado em compacto simples, que tinha no lado B a música “Mancada” e depois no LP de 1968, “Gilberto Gil”.

mutantes

“A semana passada
No fim da semana
João resolveu não brigar
No domingo de tarde
Saiu apressado
E não foi prá Ribeira jogar
Capoeira!
Não foi prá lá
Pra Ribeira, foi namorar…”