Mais uma vez, o grupo de rap nacional Racionais MC’s tomam as linhas de uma resenha do 45 Rotações. Desta vez, uma das músicas mais tocadas pelos fãs do grupo. 

Lançada no álbum “Nada como um Dia após o Outro Dia”, em 2000, “Negro Drama” mostra claramente a evolução musical do grupo em muitos aspectos. Dentre eles, os efeitos de som, batida, regulagem, gravação que muito se assemelha aos grandes hip hop’s americanos.

A letra extremamente política que mostra uma crítica de Edi Rock e Mano Brown sobre o sucesso que atingiram e quais foram o preço a pagar, que mesmo após tantos anos de escravidão, ainda assim é difícil ser negro em um país multirracial como o Brasil, mostrando exemplos de suas próprias histórias, como se fosse um desabafo de críticas ou preconceitos recebidos hoje e outrora.


“Daria um filme, uma negra e uma criança nos braços, solitária na floresta de concreto e aço. Veja olha outra vez o rosto na multidão, a multidão é um monstro sem rosto e coração.”

“Hey são paulo, terra de arranha-céu, a garoa rasga a carne é a torre de babel. Família brasileira, 2 contra o mundo, mãe solteira de um promissor vagabundo.