Passado algumas horas, ainda “nauseado” com o que assisti, resolvi dizer: “Este filme da Elis merece ser visto por todos os brasileiros”. Um filme capaz de envolver de forma incrível, mesmo já conhecendo a história.

A atuação dos atores globais, a escolha cirúrgica da atriz Andreia Horta para interpretação, a trilha sonora regada de Jazz o tempo inteiro apenas intercalado com as canções de Elis fez, sem dúvida desse filme um soco no estômago.

A trama conta apenas uma passagem da vida de Elis, somente do início de sua carreira musical aos últimos dias de sua vida. É inteiramente focado na música de Elis, sua personalidade forte, genialidade como intérprete e seus momentos de ira, revolta, medo e confusão. Fatores que estiveram presentes por toda a história da maior cantora que o Brasil já teve.

Andreia Horta provou toda a sua qualidade como atriz, pois conseguiu trazer todo o espirito de Elis para telas do cinema. Sua atuação da Interprete fora memorável.

Andreia Horta provou toda a sua qualidade como atriz, pois conseguiu trazer todo o espirito de Elis para telas do cinema. Sua atuação da Interprete fora memorável.

O filme que traz referências da história do país no regime militar e principalmente na história da música brasileira. Nomes indiscutivelmente consagrados na cultura musical como Milton Nascimento, Gilberto Gil, Chico Buarque, Jair Rodrigues, Vinícius de Moraes, Toquinho e João Gilberto e fatos como surgimento da Jovem Guarda e a transição do publico da Bossa Nova para a MPB são assuntos bem abordados no filme.

Apenas algumas ressalvas que poderiam fazer de um filme nota 8,5 , nota 10. Minha crítica se têm ao fato de não terem mencionado o gênio Belchior, tão importante para carreira de Elis Regina (não sei os motivos) assim como Guilherme Arantes. Outro ponto negativo do filme é a ausência de referências de datas, que muitas vezes para aquele que não é um conhecedor de sua história ficará perdido na transição de tempo.

A críticas negativas (que não são muitas) não são nenhum impeditivo para deixar de ver essa incrível injeção de cultura nas veias. O resumo da obra por assim dizer, vale muito a pena. A interpretação da Andreia Horta, uma atuação de alto nível que chega a ser perturbadora, e o conjunto de trilhas sonoras já valeria o ingresso.

 

Vale muito a pena ver!


Trailer Oficial