Há quem diga que após a grande ascensão nos anos 90 e a seguida e irreparável separação de sua formação clássica, fez com que a banda norte americana Guns N’ Roses perdesse a sua essência em produzir boas músicas, e muitos criticam o claro declínio da voz de seu frontman (Axl).

Embora concorde com quase todas as críticas descritas acima e emitidas pelos maiores críticos do mundo, vejo sempre com bons olhos a luz ao final do túnel (risos).

Existe uma bela e bem composta exceção dentre todas as composições realizadas após separação da banda.

“Madagascar” que oficialmente fora lançada no álbum Chinese Democracy em 2008, fora mostrada ao público muito tempo antes, na apresentação do Rock in Rio de 2001, considerado esse um dos piores shows do evento e da história da carreira da banda.

 

“Perdoe os que tenham derramado lágrimas pela minha alma
Abençoe-os que eles poderão amadurecer
Um sonho que está esquecido pode saber
Que nunca é tarde demais (Madagascar)

Embora todo esse desastre de apresentações e polemicas, a musica “Madagascar” é um excelente single e merece ser visto com bons olhos. Nessa canção, Axl mostra uma chama ainda que fraca mas ainda existente em suas composições no que diz respeito a belas letras.

axl

Com um tema bem semelhante a Civil War do álbum Use Your Illusion II, a letra traz duras criticas a sociedade moderna, contendo arranjos orquestrais dramáticos e melancólicos, regados de samples durante sua ponte, incluindo discursos de Martin Luther King, Jr. como “I Have a Dream e “Why Jesus Called Man a Fool”. Alguns trechos dos filmes  Rebeldia Indomável, Mississippi em Chamas, Pecados de Guerra, Coração Valente e Se7en também fora inserido na canção.

 

Vale muito a pena conferir essa bela composição!