Composta no inicio da década de 90, precisamente em 1991, “Zé ninguém” é uma daquelas canções que soa extremamente atual, mesmo tendo sida escrita há mais de 20 anos atrás. Isso por que o tema da canção é uma forte critica ao nosso governo, e diferente da tecnologia, nossa política não evoluiu de lá para cá. Esse é o motivo desta canção soar tão atual.

Primeira faixa do quarto algum da banda brasileira de rock Biquini Cavadão, “Zé ninguém” é uma das canções mais famosas da banda. O tema fala de desigualdade social, das mazelas que o governo brasileiro e do quão sofrido é a classe problema no Brasil.

O single conta com uma introdução bem peculiar em um riff de guitarra, arranjos em teclado.  A versão ao vivo dessa canção é sem duvidas deu uma cara nova e mais pesada. Em Setembro de 1991, Zé Ninguém deu a partida para uma série de primeiros lugares em várias rádios do Brasil, até mesmo em rádios que não eram essencialmente rock and roll.

Uma musica e tanto, e calha como uma luva em tempos difíceis como os atuais.


Biquini Cavadão
Zé Ninguém

Quem foi que disse que amar é sofrer?
Quem foi que disse que Deus é brasileiro,
Que existe ordem e progresso,
Enquanto a zona corre solta no congresso?
Quem foi que disse que a justiça tarda mas não falha?
Que se eu não for um bom menino, Deus vai castigar!

Os dias passam lentos
Aos meses seguem os aumentos

Cada dia eu levo um tiro
Que sai pela culatra
Eu não sou ministro, eu não sou magnata
Eu sou do povo, eu sou um Zé Ninguém
Aqui embaixo, as leis são diferentes
Eu sou do povo, eu sou um Zé Ninguém
Aqui embaixo, as leis são diferentes

Quem foi que disse que os homens nascem iguais?
Quem foi que disse que dinheiro não traz felicidade?
Se tudo aqui acaba em samba,
no país da corda bamba, querem me derrubar!!
Quem foi que disse que os homens não podem chorar?
Quem foi que disse que a vida começa aos quarenta?
A minha acabou faz tempo, agora entendo por que ….

Cada dia eu levo um tiro
Que sai pela culatra
Eu não sou ministro, eu não sou magnata
Eu sou do povo, eu sou um Zé Ninguém
Aqui embaixo, as leis são diferentes (4X)

Os dias passam lentos
Os dias passam lentos

Cada dia eu levo um tiro
Cada dia eu levo um tiro
Eu não sou ministro, eu não sou magnata
Eu sou do povo, eu sou um Zé Ninguém
Aqui embaixo, as leis são diferentes..