A música promove muitos encontros em sua história. Parcerias em novas e velhas canções que fazem desse meio algo fascinante.

Quando a parceria é feita por músicos de qualidade, o resultado sempre é satisfatório e foi assim com Djavan em seu encontro com Stevie Wonder, em 1982 [Veja a historia Aqui ].

Djavan nunca escondeu suas influências musicais e isso é nítido em suas composições. Sua base vasta inclui estilos que vai do jazz ao baião de forma tão sutil que se torna poético. Djavan é incrível em suas composições, conhecido também como um músico que produz arranjos extremamente técnicos, complexos e belos.

Djavan

Isso se dá não somente pela genialidade de Djavan, mas também pelas belas influências que ele possui e Wonder certamente está entre elas. Ficou muito claro após 1982 a forte influência que o gênio Stevie Wonder teve sobre o alagoano. De todas as canções, selecionei uma delas para mostrar essa influência.


O mesmo timbre e os mesmos elementos, apenas colocados de formas diferentes mostram uma grande semelhança entre a canção “Boa noite” de Djavan e “Superstition” de Stevie Wonder.

Não se trata de uma cópia, mas sim inspiração e influências. Quando se tem essas bases, é possível que criações se esbarrem no processo de criação.

Djavan – Boa noite

Spotify: https://open.spotify.com/track/2B3RwDWuGN3vpvJVXtbqGs

YouTube: https://youtu.be/1AEU-F7xsfg

Stevie Wonder – Superstition

Spotify: https://open.spotify.com/track/300RfAPZ57B0y6YYj9n6DN

YouTube: https://youtu.be/_ul7X5js1vE


Wonder

A musica promove seus encontros, e quando esses, são bons encontros, sempre geram bons frutos.