Lançado em 30 de junho de 1986, o álbum “True Blue”, da cantora Madonna mostra o amadurecimento da artista. As músicas do terceiro trabalho da loira tem como temas centrais o amor, trabalho, sonhos e decepções.

Nessa nova fase, Madonna mostra-se com um visual mais tradicional e musicalmente falando, ela coloca nas canções elementos da música clássica e ritmos da década de 50 a fim de chegar no público mais velho. Ainda nas curiosidades sobre o terceiro trabalho da loira, “True Blue” é o primeiro disco em que a cantora participa da composição de todas as faixas.

Logo após o seu lançamento, o álbum, de cara, conquistou o sucesso mundial instantâneo. O disco tornou-se o mais vendido do mundo durante o ano de 1986 e de quebra, é o álbum feminino mais vendido da década de 80. Ele é até hoje um dos discos mais vendidos de todos os tempos e um dos mais bem-sucedidos da carreira de Madonna.

Todos os cinco singles de divulgação do disco (“Live To Tell”, “Papa Don’t Preach”, “True Blue”, “La Isla Bonita” e “Open Your Heart”) alcançaram o topo das paradas.

Particularmente falando, apesar de não ser o meu estilo musical preferido, gosto bastante desse álbum, pois ele contém uma das canções que mais gosto da Madonna: “Live To Tell”. Não por acaso, possuo em minha coleção o single da música já citada e um exemplar do álbum, que por sinal, tem uma das mais belas capas que eu já vi.

“True Blue” é uma coletânea de grandes sucessos e merece ser escutado até por quem não é tão fã assim da loira e de música em geral. Ele é uma referência e serve para entender e muito a música pop dos dias atuais.

FAIXAS:

1 – Papa Don’t Preach
2 – Open Your Heart
3 – White Heat
4 – Live To Tell
5 – Where’s The Party
6 – True Blue
7 – La Isla Bonita
8 – Jimmy Jimmy
9 – Love Makes The World Go Round