Para quem está de fora do que foi a Jovem Guarda e o que ela representou, vê a morte de Roberto Correa como apenas mais uma fatalidade que acontece com qualquer pessoa. Mas para quem sabe a importância que foi a Pré Jovem Guarda até o fim dela, tem a noção dessa imensa perda.

Um músico que fez parte de uma dos grupos mais emblemáticos daquele período, com grandes sucessos nas paradas e eternamente na memória de quem viveu e vive até hoje a emoção que traz as canções e a atmosfera daqueles anos. Escutamos inúmeras vezes que quem viveu sabe, mas mesmo quem não teve a oportunidade, mas vive intensamente a cultura dos anos 60 tem essa noção.

Roberto nos deixa sua voz, sua alegria e seu amor que tinha pela música. Quando se lembrar daqueles anos, lembraremos que Roberto foi um dos responsáveis por até hoje a Jovem Guarda ser algo tão especial.