Lançado como primeiro single do álbum “Goat’s Head Soup” e que foi lançado em um compacto simples que tinha no seu lado B a música “Silver Train”, “Angie” é mais uma canção que leva um nome de mulher e para muitos a mulher nesse caso é a Angélica que na época era mulher de David Bowie.

Jagger morava bem próximo de David Bowie e com isso, eles tinham um contato frequente, levando sempre os dois casais para passeios e festas juntos. Mas ao lançamento da canção, essa proximidade fez que muitos pensassem que a letra foi feita para Angélica, insinuando que ela tinha um caso com Jagger, caso que ela sempre negou.

maxresdefault

Especulações a parte, “Angie” foi para o Top 10 da Inglaterra e EUA, sendo um dos grandes sucessos do álbum. Composição de Keith Richards e ajuda de Mick Jagger é um dos grandes hits do ano de 1973.

Mais um detalhe: Em 2003, Keith leva sua filha Dandellion para altar ao som de “Angie”. Filha que algum tempo depois troca de nome para Angélica. Coincidência, não?

 

“Angie, Angie, quando todas aquelas nuvens vão desaparecer?
Angie, Angie, onde isso vai nos levar a partir daqui?
Sem amor em nossa almas e sem dinheiro em nossos casacos
Você não pode dizer que estamos satisfeitos
Mas Angie, Angie, você não pode dizer que nunca tentamos

Angie, você é linda, mas não é a hora de dizermos adeus?
Angie, eu ainda te amo, lembra-se de todas aquelas noites que choramos?
Todos os sonhos que seguramos tão firmemente pareceram se evaporar na fumaça
Deixe-me sussurrar em seu ouvido
Angie, Angie, onde isso vai nos levar a partir daqui?
Oh, Angie, não chore, todos os seus beijos continuam doce
Eu odeio essa tristeza em seu olhar
Mas Angie, Angie, não é a hora de dissermos adeus?

Sem amor em nossa almas e sem dinheiro em nossos casacos
Você não pode dizer que estamos satisfeitos
Mas Angie, eu ainda te amo, baby, em toda parte que olho vejo seu olhar
Não existe mulher igual a você
Venha baby, enxugue seus olhos
Mas Angie, Angie, não é bom estar vivo?
Angie, Angie, eles não podem dizer que nunca tentamos”