Category

Anos 80

U2 – The Joshua Tree (1987)

The Joshua Tree vem como um tsunami, é primeiro lugar em mais de 25 países, a crítica especializada se deslumbra e enche de elogios, quebra inúmeros recordes, e por isso não há como não falar desse trabalho. Mas não pense… Continue Reading →

Cartola – Entre Amigos (1984)

Uma verdadeira lenda da música brasileira não poderia ter ficado sem uma homenagem à altura de seu brilhantismo. Em toda sua contribuição para música e toda sua poesia que fora capaz de comover milhares de corações, através de seu samba… Continue Reading →

Black Sabbath – Heaven And Hell (1980)

Um verdadeiro clássico do heavy metal mundial, o brilhantismo de Tony Iommi combinado a inesquecível voz de Ronnie James Dio fez aquele que seria um dos melhores álbuns do Black Sabbath e do rock consequentemente. Um álbum que entrou para… Continue Reading →

AC/CD – Back in Black (1980)

Após o sucesso imensurável de “Highway to Hell” a banda australiana AC/DC conseguiu superar o próprio sucesso  ao lançar aquele que seria o álbum de rock mais vendido e o segundo do mundo ficando apenas atrás de “Thriller”, de Michael… Continue Reading →

Djavan- Luz (1982)

O disco “Luz”, certamente foi o grande responsável pela consolidação da carreira do mestre Djavan. Os arranjos, qualidade de produção e participações desse álbum fazem dele, um dos melhores de toda a sua obra.

Golpe de Estado – Quarto Golpe (1989)

No final dos anos 80 e começo dos 90, o rock nacional ainda gozava de boa fase e as letras estavam na boca dos jovens. Aproveitando essa fase

John Lennon – Double Fantasy (1980)

John, um pacifista, ativista, roqueiro… um ídolo da juventude. Mesmo a após a saída dos Beatles, lançava discos que a crítica e o público aplaudiam.

Barão Vermelho – Maior Abandonado (1984)

Após dois trabalhos de não muito alvoroço, Maior Abandonado vem para consolidar o Barão Vermelho como uma banda, uma banda de rock.

Metallica – Ride the Lightning (1984)

Álbum de 84 e segundo da história da banda norte americana Metallica. Um álbum memorável com canções que foram eternizadas

Celso Blues Boy – Marginal Blues (1986)

Lançado em 1986 pela Philips, o álbum “Marginal Blues” foi um dos discos mais emblemáticos da carreira de Celso Blues Boy. Apesar da qualidade musical incrível, foi um artista pouco entendido no país.

Guns n’ Roses – Appetite for Destruction (1987)

Álbum inaugural da banda norte americana Guns n Roses, lançada pela gravadora Geffen Records em 1987. O “Appetite for Destruction” de início não fez um enorme sucesso apesar de ser o álbum de mais sucesso da banda.

D Train – You’re the One for Me (1982)

Álbum inaugural do Grupo D Train, de estilo soul music, pós-discoteca e urban contemporary. Gêneros muito famosos no final dos anos 70 e início dos 80.

Ratos de Porão – Brasil (1989)

Se fizermos uma pequena enquete sobre qual disco do Ratos de Porão os fãs preferem, será quase unanimidade que todos citarão “Brasil”.

Sepultura – Schizophrenia (1987)

No dia 30 de outubro de 1987, o Sepultura lançava o álbum Schizophrenia, segundo da carreira da banda e o primeiro

Black Sabbath – Born Again (1983)

Perturbador (no melhor sentido da palavra, é claro). Solos estridentes, temas sombrios e uma junção inesperada: Ian Gillan, então ex-vocalista

RPM – Revoluções Por Minuto (1985)

Influenciados por bandas como Echo and the Bunnymen e Depeche Mode, Paulo Ricardo e Luiz Schiavon decidem criar o RPM

Garotos Podres – Mais Podres Do Que Nunca (1985)

Onze músicas em um disco que dura menos de trinta minutos foram suficientes para entrar na história do punk nacional. Mais Podres

Dio – Holy Diver (1983)

Após ter saído de forma conturbada do Black Sabbath em 1982, Dio, que acumulava passagens por bandas como ELF

Os Paralamas do Sucesso – Selvagem? (1986)

Terceiro álbum de estúdio da banda Os Paralamas do Sucesso, “Selvagem?” certamente entra na lista dos melhores trabalhos do grupo

Legião Urbana – Dois (1986)

Não dá para começar a escrever sobre o disco “Dois” sem dizer que ele é uma obra-prima do rock nacional. Quem quiser conhecer o poder

Raul Seixas e Marcelo Nova – A Panela do Diabo (1989)

Quis o destino que este disco fosse lançado um dia após a morte do rei do rock brasileiro, Raul Seixas. Em seus últimos shows

© 2017 — Powered by WordPress

Theme by Anders NorenUp ↑

Free Shoutcast HostingRadio Stream Hosting